Caravana da Transformação, em Sinop, atenderá outros 15 municípios

Caravana da Transformação, em Sinop, atenderá outros 15 municípios

Os secretários Júlio Modesto (Casa Civil), Domingos Sávio (Governo), José Arlindo (Assuntos Estratégicos) e o controlador-geral do Estado, Ciro Gonçalves estiveram em Sinop nesta quarta e quinta-feira. A comitiva do governo esteve no município para avaliar o local e acertar detalhes da 14ª edição da Caravana da Transformação, marcada para acontecer de 21 de maio a 2 de junho.

A edição sinopense atende a um pedido feito pelo ex-vereador Fernando Assunção ainda em 2016, e pelos atuais vereadores Adenilson Rocha, Dilmair Callegaro, Ícaro Severo e Luciano Chitolina e reforçado pelos deputados Nilson Leitão, Baiano Filho (todos do PSDB) e Dilmar Dal´Bosco (DEM).

A estrutura de 10 mil metros quadrados será montada na área externa do Estádio Municipal Massami Uriú (Gigante do Norte). Serão duas carretas para a realização das consultas e duas carretas para as cirurgias, além de tendas para a espera e serviços de cidadania e banheiros químicos. Uma rede com cerca de 600 voluntários será treinada para auxiliar os trabalhos, que terão início às 5h da com a recepção das caranavas.

A expectativa é a de realizar até 1200 consultas por dia. O número de cirurgias diárias, no entanto, deve ser menor, chegando 400, incluindo catarata, pterígio e yag laser. Para receber atendimento é necessário ter pelo menos 55 anos e ter o cartão do SUS. Para agilizar o atendimento, o governo do Estado vai fazer a regulação dos pacientes em parceria com as secretarias municipais de saúde.

Quem fizer cirurgias deverá fazer ao menos três novas consultas de retorno para acompanhamento, todas gratuitas.

Além do município sede, Sinop, os serviços da caravana da Transformação também serão extensivos aos moradores de Cláudia, Feliz Natal, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Lucas do Rio Verde, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Santa Carmem, Santa Rita do Trivelato, São José do Rio Claro, Sorriso, Tapurah, União do Sul e Vera.

Serviços essenciais – Parte da comitiva do governo participou de reuniões para acertar o passo em relação aos serviços de Saúde sob sua responsabilidade. Os secretários também visitaram escolas cujas obras estão em ritmo lento ou paralisadas e um local para a instalação da delegacia da mulher.

Adicionar comentário